terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

              Quase um ano depois que parei de realizar postagens aqui, reencontrei esse endereço entre minhas contas no google. E confesso que, me assustei com a minha capacidade de escrever coisas tão bonitas e também tão inocentes. -rs
             Eu costumava ver e sentir as coisas diferentes, e o que mudou foi exatamente tudo, e em muito pouco tempo. Mudei meus ambientes, algumas pessoas, troquei prioridades, abandonei e criei novos sonhos e isso não  deixa de ser um avanço do tempo. Talvez seja esse mesmo tempo, que me faz entender a cada dia que por mais que eu tente, com minhas próprias forças, eu nunca serei uma versão perfeita de mim mesma e que com o avanço dos segundos só o que pode acontecer é ser desenvolvida uma versão melhorada.
            Então, além de abandonar coisas, eu também cheguei a abandonar tudo isso aqui. Aos poucos vou abandonando isso que eu ainda chamo de vida social movida à vida virtual, algo que muitas vezes nos faz tão dependente que perdemos uma vida inteira na frente de um computador, esperando a vida começar. E esse blog também 'sofreu' efeitos desse abandono - e principalmente esse blog, já que foi o primeiro meio virtual que decidi querer abandonar, porque só eu sei o que fazia isso funcionar. E, por várias vezes, ouvi de muitas pessoas, seguidores e desconhecidos, que este seria um dos maiores erros que eu cometeria, que seria talento ou algo assim, sendo desperdiçado. Mas, como já  postei aqui, existia alguém que se importava muito mais que eu com isso e com tudo o que esse blog poderia gerar, alguém que apoiar e incentivar já nem eram as maiores palavras que eu diria que ela fazia aqui, a Pryscila Campos era muito mais que a designer, divulgadora e formatadora desse blog, era mais dona que eu. Era das mais fiéis proprietária de algo que não lhe dava mais do que trabalho e mais trabalho, mas que eu sei que era o que ela adorava fazer, sem nem pensar em querer algo em troca. E desde que, o seu óbito foi confirmado pra mim, eu quis decidir que eu nunca mais entraria nesse blog pra fazer algo que eu sei que não vou ter a ajuda e nem o detalhismo dela pra fazer funcionar de verdade. Desde então, nunca mais divulguei, nem permiti que as pessoas que eu agora socializo, soubessem da existência dessa página, apenas as pessoas que eu sei que iriam ler e chegar perto de sentir aquilo que eu sinto.
          Talvez, minha vontade hoje, teria sido diferente. Mas o que sempre acontece quando eu acesso essa página, é lembrar dela e de toda a saudades que sempre vai ficar, e eu ainda prefiro deixar aqui, tudo como está, não quero excluir, nem apagar, apenas deixar aqui registrado pra quem quiser ver, o que um dia foi feito aqui. E isso não quer dizer eu nunca mais irei postar nada aqui, dizer nunca logo aqui, é como pedir pra em um futuro próximo, eu me contradizer e invalidar tudo que eu já afirmei. Um outro dia, em outra época, ou em outro lugar, ou até nos hojes mesmo, eu venha a voltar a fazer aquilo que lá no fundo era uma das coisas que mais me deixava feliz em fazer, escrever... E escrever mais com a alma do que com a razão. Eu só quero é que depois de quase dois anos, eu encontre algo que me motive a voltar a fazer isso de novo.

Aos que um dia acompanharam o movimento de tudo isso aqui, o meu abraço caloroso!



 

quarta-feira, 1 de junho de 2011

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Amor


Essa sim, é a raíz de tudo.
Por amor, cada um de nós estamos aqui.
Por amor, vivemos.
Por amor...
Sempre.

Eu estive pensando nisso nos últimos tempos, e digo, pensando bastante. Eu conheci uma pessoa totalmente apaixonada por outra, uma pessoa inigualável. O Thiago Fernando, meu amigo, totalmente apaixonado por uma garota, e o amor dele, é tão contagiante... Várias conversas com ele, me transmitiam a força que esse sentimento criou com o tempo e comento, só aumenta a cada dia. Só que o mais incrível, é o que o tal do amor anda fazendo com ele, rs -Mudando sua rotina, o deixando ansioso, o fazendo pensar, noossa.. é lindo de ver rs.
Por isso, decidi falar o que eu vejo do amor.
Um sentimento totalmente avassalador. Do amor si criam vários outros sentimentos, dele surge o afeto e o ódio também, o ciúme e a timidez, enfim, um sentimento que origina muitos ou quase todos os outros.
Mas o incrível é esse sentimento dita como as pessoas devem viver..  E pra quem ainda não encontrou o amor, é ainda mais autoritário!
Impossível falar da força e das consequências do amor, sem antes defini-lo.

- Pro meu amigo Thiago Fernando, amor é: sentir um aperto no peito de saudades, é ver a pessoa amada e sentir o coração querendo sair do peito, é quando encontra uma pessoa, tem a certeza de que é a outra metade de si, mesmo sem nenhuma outra certeza.
- Pra Mikaely Otaviano o amor, é querer a felicidade da pessoa amada, onde quer que ela esteja, amar é cultivar boas ações, amar é acima de tudo construir sonhos juntos sem esquecer dos detalhes que a cada dia fortalecerá o amor, e principalmente, amar não é somente si apaixonar, é renovar a paixão todos os dias independente dos motivos, amor é a paixão que nunca acaba.
- e pra uma outra pessoa, amar é querer a felicidade do outro mesmo que esta não seja ao seu lado.

Pra mim, o conceito de amor é a junção de tudo isso e mais ainda, é cuidar de quem si ama, é ouvir, é querer ouvir, é querer estar junto, é fazer de impossibilidades, oportunidades. É lutar acima de tudo pra fazer o bem, é abrir mão de coisas pra si pra ceder pra quem si ama. É. Pra mim, amor é isso.
Seja amor de mãe, de pai, de amigo, de namolaado, de irmão.
Seja o que for.
Por que, amar acima de tudo é querer o bem.

Amar, não é algo passageiro, não é paixão.
Paixão, como folha de papel queimando, o fogo toma conta de forma rápida, mas si vai como sua própria fumaça.
Mas amor... Ah amor! Amor é incenso que nunca acaba, e por mais que parar de perfumar, sempre si troca a essência e permanece a perfumar.

Por isso não chame de Paixão algo que deseja ser eterno.
  

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Ela voooooltou *-*

Oi pessoal, que saaudades de postar coisas aqui!
- Perdão pelo sumiço ta?! [rs*]
Mas eu estava com muito pouco tempo pra escrever aqui, agora estou com menos tempo ainda, mas com muita vontade de postar coisas novas! Afinal, minha ultima postagem aqui foi ano passado, então Ano Novo?! Postagens novas!
Então, obrigada pessoinhas que estavam me cobrando coisas novas aqui, isso motivou muuuuuuito a minha volta, e mais ainda a saudades de tudo que isso aqui me lembra (:
Espero que esse ano vocês que frequentam sempre isso aqui, possam ter idéia das dimensão das minhas idéias colocadas aqui.
Entãao, beijo beijo persoonas!  (:

domingo, 24 de outubro de 2010

Primeira pessoa do singular

               Bem, hoje eu queria escrever aqui... E queria muito! Assim como acontece algumas vezes, consultei alguém sobre algo bacana pra ser escrito aqui, eeeeee por incrível que pareça, me deram a idéia de falar sobre mim.  - rs. Tudo bem que, eu consigo falar muito mais sobre meus defeitos do que sobre minhas qualidades, maaas aqui estou tentando cumprir o desafio que é falar sobre mim.- raramente isso vai acontecer.
             Tá. Eu sou arrogante, sou boba, às vezes tímida, sou ignorante, autoritária, pra alguns pareço aquela menina metida, e eu me acho! É a visão que as pessoas adoram criar de mim, aliás, é a visão superficial que todo mundo cria de alguém que está no seu campo de visão mas que não faz parte da sua vida.
             Agora eu falando sobre mim. - Eu sou boba, sou arrogante, sou inteligente, confio no meu potencial, sou até bonitinha -n, sou autoritária, gosto de ler, adoro pertubar de maneira mega* carinhosa meus amigos *-*. Sim, eu tenho muitos amigos, e me orgulho muito disso. Ta certo que sempre si vai quebrar a cara quando si fala de muitos amigos, mas vai de cada um si vai deixar-se abater com os problemas que surgem com isso; eu ja aprendi que muitos amigos não tira solidão e que nem sempre vão surgir ombros pra ti consolar, talvez por isso aprendi a ser tão auto suficiente, tanto pra amigos quanto pra família e sinceramente, detesto isso em mim. Aprendi a não ser tãããão dependente de alguém, por mais que eu ainda seja, mas procuro ser suficiente pra estar bem... Sou amigável, um tanto tranquila, um outro tanto nervosa.
            Tenho uma vida virtual vulnerável. Uma hora desativo orkut, msn, blogs, tudo; Outrora eu abro a caixa de email, olho o formspring e volta tudo ao normal, rs. Sou viciada em tudo isso, mas não ao ponto de perder uma vida toda na frente de um computador, na verdade, adoro conhecer novas pessoas e conhecer os já conhecidos, e internet é um dos meios que surgem, mesmo sendo complicado, por que por internet, todo mundo pode ser o que quiser :S
           Sou tímida. Sou... Não consigo falar sobre alguns assuntos da minha vida, por questão de insegurança (:
               Sou muito auto confiante e egocêntrica, mas sou insegura e solidária. Gosto de gente mas prefiro animais. Amo ursinho, sou amante de bons livros, sou organizada com meus objetos, menos com meus cadernos, morro de preguiça de fazer os exercícios teóricos da escola, gosto de esporte mas me falta talento, por isso abandonei o vôlei amador e apenas continuo no handebol amador por grandes motivos que me motivam a estar lá. Sou Flamenguista de coração. Defendo com unhas e dentes minhas opiniões, sou conservadora em algumas coisas e mega liberal pra outras - meus filhos vão adorar isso rs. Sou muito, muito carinhosa e atenciosa, mas quando bate o stress sou muito desatenta e irresponsável rs. Amo escrever, e pra expor sentimentos é a melhor forma que eu encontro. Sou fissurada por olhares, amo sorrisos, tenho paixão por bons abraços. detesto gente que fala cutucando, não sinto cócegas - infelizmente. Supero coisas fáceis, menos quando isso si trata de perdas :S - Sou competitiva, sou muito de observar e pensar, e falo pouco sobre isso. Amo perigo, isso sim me atrai, arriscar, levar sustos, sentir... Na verdade, quando si leva sustos você realmente percebe que seu corpo reagi bem aos estimulos da vida, e isso é muito bom!

No meu caderno, tenho um breve resumo do que eu sou, vou colocar aqui, daí quem estiver  lendo conclua conforme o seu querer.
- Prove, sinta! Eu tenho preguiça de quem não comete erros. Tenho profundo sono de quem prefere o morno. Eu gosto do risco! Dos que arriscam. Tenho admiração nata por quem segue o coração. Eu acredito nas pessoas livres. Liberdade de ser. Coragem boa pra si mostrar. Dar a cara a tapa! Ser louca, estranha, linda, doida, chata, mas ser verdade! Sou assim. Tenho mil defeitos mas boa qualidades. Sou volúvel. Sou viciada em gente mas adoro ficar sozinha. Mas vivo pra sentir. Por isso te peço, me provoque, me desafie, me tire do sério, me tire do tédio me contagie e me permita ti contagiar, vire o mundo aos avessos! Mas, pelo amor de Deus, me faça sentir.. Me dê um beliscãozinho que seja, mas me faça sentir, sentir que estou viva, me dê nem que seja uma dose de veneno ou da sua droga da felicidade, mas me dê. Este é o meu alimento, palavras sobre uma alma com fome. Meu coração é a minha razão, e está é a lógica que inventei pra mim.

                   Pronto, dá pra entender um pouco de mim. - Si concluir alguma coisa com isso, me diga, talvez seja uma parte que eu ainda não tenha descoberto de mim. - Ah! não to fazendo propaganda de mim ok?! Nem tentando me auto promover.

- Créditos diretos : Luiz Vasques - o Tchucki que me propôs o desafio dessa postagem; Gustavo - o menininho feliz e inteligente do meu msn que me deu idéias; Analu Silva que me deixou falando sozinha mas que disse mais coisas sobre mim que eu nem conhecia. Enfim, obrigada pessoas!

terça-feira, 5 de outubro de 2010

O Valor do Amanhã

[ Hoje eu estava na aula da minha professora conselheira, e ela convidou-nos para participar de um projeto 'pioneiro' com o Tema: O valor do amanhã, e na hora, me fez pensar em falar disso aqui... (: - Estava com uma tonelada de coisas para escrever, vamos ver o que vai sair né rs ]



Você já si perguntou quanto vale o seu futuro?

Pensar no futuro é uma das alternativas que milhares de pessoas resolveram seguir pra garantir um futuro melhor do que o presente. E são essas que sempre conquistaram por meio de um mínimo esforço muuitas garantias. E você está plantando o que pra colher no seu futuro?!
          Hoje você pode plantar boas ações para recebê-las de volta mais tarde.
          Hoje você pode ‘perder’ horas estudando e amanhã ganhar anos de tranqüilidade.
          Hoje você pode viver o agora e pensar no amanhã.
Hoje você pode tentar o impossível e descobrir que é possível.
Hoje você pode descobrir seus limites ou ficar sempre na dúvida da sua capacidade.
     Nossa vida hoje é resultado do que fizemos ontem, e o nosso amanhã será determinado por escolhas e atitudes que tomarmos agora Si nada fizermos hoje, amanhã será da mesma forma, e depois, e depois, até chegar uma hora em que, o poder do amanhã não estará mais em tuas mãos. 
Você decide o que vai ser do seu amanhã.
Parar de pensar no futuro é o mesmo que deixar nas mãos do tempo a responsabilidade de ti guiar e si deixar levar pelas águas da vida. Pode parecer poético, mas... A vida tem maneiras árduas de ensinar.
Tome as rédeas da sua vida, viva mais hoje e pense mais no amanhã e deixe o que passou ir embora com o tempo, afinal, si tem algo que não podemos mudar são as atitudes passadas, mas temos a opção de valorizar o agora e também o amanhã. O Futuro está nas mãos daqueles que acreditam em si, que ousam superar erros, que buscam melhorar, que vivem de verdade sem olhar pra trás e si culpar, que não si escondem em .
Ooooouse mais pense mais, fale menos, estude mais, valorize muito mais a vida – é tão curta e de imensurável valor.
Qual o valor do seu futuro?
Vale mensalidades de uma faculdade? Vale perder horas no MSN? Vale acordar cedo todos os dias? Vale exercitar-se? Vale brincar como uma criança e pensar como gente grande? Vale aturar aulas do Fábio (matemática)? Vale apenas buscar ‘amigos’ em redes sociais? Vale perder uma vida fazendo nada? Vale agradar seu ego? Quanto vale os seus desejos pro futuro?!
Às vezes, são tantas coisas que precisamos abrir mão hoje pro amanhã, que nos esquecemos que não depende apenas de sacrifícios mas sim, de escolhas que vão direcionar o rumo de todas as áreas.
Veja hoje como o ultimo dia da sua vida, mas não pense que tudo acaba ali, amanhã tem mais e o que você vai ter feito ?
– Valorize-se mais a vida, os momentos, as escolhas, valorize!
Busque o seu valor e estabeleça objetivos.
Cumpra meta e supere seus limites. –
Viva agora e plante para colher amanhã. Você é capaz de fazer ambos ao mesmo tempo e com perfeição.
"O valor da vida equivale ao tamanho dos seus sonhos!"

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

1 mês.


sem imagem de exibição disponível.

Ta bom, vou falar de novo dela aqui. Pode falar, a garota da foto é gaaaaata!

Pra mim, é impossivel falar de amiga sem lembrar dessa amiga linda que si foi... Hoje completa-se 1 mês do falecimento de Pryscila Campos [...] a guria que mais si fez amiga na minha vida, a guria que alegrava meus dias que pareciam perdidos e era a melhor ouvinte que alguém poderia ter.
Só eu sei como é ficar sem tuas ligações, sem tua amizade viva, sem tua presença, seu teu brigadeiro - que era muito ruin ;S - mas eu ainda queria poder comer fazendo careta conversando com você... Só eu sei o que é ter a tarefa de excluir toda a tua vida social da internet [ orkut, msn, facebook, twiiter, blog, formspring e todo aquele patrimônio que você matinha vivo e que só eu e você tinhamos a senha ]... Acho que depois de saber que você tinha ido, foi ainda pior ter que deletar tudo aquilo que você amava na internet, estando dentro da sua casa, e do lado da sua família... Mas foi o melhor, sua mamãe tinha razão... Hoje no meu computador, tem uma pasta só com as fotos que você salvou aqui, os textos cheio de erros que você adorava zuar, as fotos de todas as vezes que nós saímos e tudo mais, guardo feito um tesouro, só pra eu ver '-'... Tem dias que lembro tooooooooooda hora de você, cada gesto, cada palavra, cada musiquinha '-', cada desenho animado [ rs ], nas minhas aulas, cara... É muito ruin, não ter minha amiiiiiga Pryzinha aqui...
Mas o que ta me fazendo bem no ultimo mês, é que descobri em muuuuuuuuuuita gente, um carinho que eu não sabiam que tinham por mim... Uma assistência imensa que agora eu sei que tenho, uma amizade, ouvintes, abraços, ombros, sorrisos, aconchego, e sim... Me consolam...
Eu sei que ninguém é substituível, aliás, tenho provas disso... Mas hoooooje, eu pedi tanto pra Deus pra me acordar desse sonho - pesadelo que é perder a melhor amiga depois de um dia inteiro com ela...
Nos fins de semana, nosso time de HandBool nem joga mais como antes...
É... Perder um visinho, o cachorro, os parentes que moram do outro lado do oceano parece ruim... Mas quando si perde uma pessoa que participa dos teus dias, que si interessa pela tua vida e até pelas suas idiotíces; pra mim, é uma das piores coisas da vida..
E não... Nada pode tirar as coisas que tenho dela... A amizade que eu sei que nunca vou encontrar igual, os muitos ensinamentos que ela deixou, a sutileza que ela me ensinou a ter, o sarcasmo, o pingente de coraçãozinho que você tava usando no dia e sua mãe mandou ficar comigo -e ele não sai mais do meu pescoço,  e acima de tudo... o Valor das pessoas na minha vida...
Cara, hoje eu não to escrevendo pra Pryscila, ela infelizmente morreu e não vai ler isso... - infelizmente.  Mas to escrevendo pra cada pedacinho que si fez meu quando eu precisei, cada palavra de apoio que eu, o time de Handebol do gama, a família Campos [amoooooo *-*] recebeu...
Cada palaaaavra, de pessoas que são peças fundamentais na minha vida, me levantaram quando eu mesma quis cair...
Então hoje aqui vai a minha gratidão e o meu carinho, pro Gabriel B.; Babih R.; Ygooor Rodrigues; Henrique J.; Érica S.; Gabriela M.; Jefferson J.M.; Milene A.; Aliny S.; Keylla L.; Zhainy R.; Mika O.; Zinaldo J.; Nilton S.; Brunna A.;Carlos A.; Johnny A.; Kristian L.;  Jaime A.; Rayane P.; Sarah Cuuuunha; João P.; Laísa M.; Isádora I.; Artur M.; Pricila V.; Marcelly C.; Roberta Campos, Yuri Campos; Caio A.; Rafael Campos, Grazzi, Douglas A.; Thaynara S.; Fabrício C.; Sara B.; Ana Paula [ Paulinha ] ; Jefin.;   Fabio M.; Thiago L.; Mariana D.; Sandrinha;  Família Campos completa...  Puts e isso não foi neeeeem um décimo das pessoas que estiveram de verdade comigo... à vocês, todo o meu carinho, minha amizade a todos cujo o nome está ali e também aos que não estão com o nome citado, me perdoem, estou com a cabeça a mil ... Mas os admiro da mesma forma! *-----------------*
Gente, obrigada de coração.

'- Cada um possuí um valor inestimável, e descobri-lo é a arte do coração que ama.' ♥

1° postagem pra Pryscila Campos, confira aqi [clique]