quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Liberte-se

Criar liberdade de si.
Liberar-se de obrigações, de compromissos, de coisas que ti prendam dentro de si, que prendam emoções, que ti escondam, sair do lugar que limita a visão de si mesmo.
Liberdade pra si mostrar, pra dar a cara a tapas, e pra depois ver resultados.
É correr o risco de a qualquer hora quebrar a cara, de levar esporro, de ficar vermelho, mas correr o risco de verdade!
É sorrir e os outros verem a verdade do seu sorriso, é ter firmeza no olhar.
Risco de ser feliz, risco de ser verdadeiro, risco de ser você.
Libertar-se dos seus medos, dos fantasmas que não existem..
Si libertar pra descobrir o que tem dentro de si, si entender, si desbravar, aventurar-se a conhecer seu mundo, pra depois si definir...
Fazer o tem vontade, sem depender da droga da opinião alheia, dos costumes, sem depender de ninguém mais do que si mesmo.
Parar com a besta mania de pedir opiniões, permissões,  e simplesmente fazer e ver os resultados disso.
É falar que consegue e é capaz mesmo sem saber.
É testar seus próprios limites, e mesmo assim não limitar-se.
 Acabar com o sono, com a comodidade de permanecer do jeito que sempre está!
Falar o que quiser, si vestir da sua maneira, viver da sua forma...
Acaba com o medo de si, não faça de sí uma síntese, nunca si resuma a nada.
Ache em si qualidades que ofusque defeitos.
Si expresse, chore, sorria, grite, maas nãaao! Não guarde emoções pra mais tarde.
" - Para cada momento da vida é dado um tempo, o qual não pode si sobrepor à outro."
Não si deixe ofuscar por suas inseguranças de viver, não perca tempo demais pensando no que fazer, simplesmente faça. Para de ter medo de encarar a vida, para de ter medo de viver.

Inspirado por :

Solte-se, Liberte-se

"Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, .. , das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes… Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos. Você pode até me empurrar de um penhasco que eu vou dizer: - E daí? Eu adoro voar! Não me dêem fórmulas certas, por que eu não espero acertar sempre. Não me mostrem o que esperam de mim, por que vou seguir meu coração. Não me façam ser quem não sou."  Clarice Lispector

Nenhum comentário:

Postar um comentário